terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

MEU MAIOR PRESENTE DE NATAL


Por Talita, a dona perfeitinha.

Brincar de boneca sempre foi pra mim uma forma de imaginar-me adulta. Juntava as amigas e, cada uma com sua Barbie ou Susie, encenávamos histórias de gente grande. O mais gostoso era fantasiar o primeiro encontro com o namorado, o dia do casamento, o nascimento dos filhos e as viagens que fazíamos. De certa forma, acho que de tanto fantasiar e desejar que quando adulta pudesse ser isso, ter aquilo, acabei realizando muitas coisas com grande facilidade. Por mais problemas que tenha tido e que ainda me rodeiam (todos temos problemas, né? sejam pequenos ou grandes ou daqueles enooormeees) não sou mais uma criança e já não choro como antes. E quando ficam pra trás é como se nunca tivessem existido porque não deixo mais que me marquem. E isso é a grande diferença entre a Talita pequena e a Talita de hoje.

Por falar em diferenças, não é que minha filha acaba de acordar... "mamãe!"?, lembrando-me da maior delas... (Vou lá pegá-la e dar-lhe um beijinho... já volto!). 

Então... de todas as diferenças... essa é a que maior valorização causou-me a vida. Existe a vida de antes da maternidade e existe a vida de depois dela. E que maravilha é passar por essa linha! Aproveito pra desejar à Pri (minha coleguinha de colaborações aqui no Prendadas) - gravidíssima - tudo de mais lindo nessa nova etapa...

Sou assim uma mãezona e muito feliz nessa condição. Meu maridão e eu queremos muito ter, pelo menos, mais um filho, e, pra nós, não há coisa melhor que estarmos juntos.

De menina que sonhava em ser uma mamãe prendada... a uma mamãe muito prendada! Ainda vou contar muitos casos... hoje, porém, pra finalizar, conto apenas como foi que soube que estava grávida:

Eu e meu marido já estávamos há quase uma semana 'encucados' e preocupados com um carocinho no canto direito da minha barriga. Era dia de Natal, a família tinha toda se reunido na véspera para ceiar. Meu pai que é ginecologista e ultrassonografista estava no sítio, e nós, na cidade. Aproveitamos que ele veio levar meus avós à missa do galo e o interceptamos na porta para fazer-me um ultrassom. Aquele ditado que diz: "Em casa de ferreiro, o espeto é de pau" - é mesmo uma verdade - há dias pedia que ele tivesse um tempinho pra me atender no consultório! Parecia milagre, mas aquele carocinho era nossa Sofia, já com 16 semanas de gestação! Na tela do ultrassom, lá estava ela, toda formadinha... Cabeça, tronco e membros. Comecei a chorar! Meu marido me encheu de beijos e saiu a ligar pros amigos contando que seria papai... Ô momento gostoso. Naquele Natal, ganhamos o maior de todos os presentes até hoje já nos dado.

Meu marido, eu e nosso presente mais lindo

E você? Também já ganhou um presente tão lindo?

15 comentários:

Faby 3 de fevereiro de 2009 00:27  

Tentei, tentei e quando já estava desistindo e iniciando um tratamento, aconteceu! E no dia do meu aniversário!
Fiz o teste de farmácia duas vezes no mesmo dia e o de sangue no dia seguinte. Não acreditava porque meu médico dizia que seria como ganhar na loteria!
Eu ganhei,e hoje sou milhionária de alegrias, felicidades e realizações!!
Meu "presente" hoje está com 1 ano e meio e é minha vida!
Beijos
Faby

anareis 3 de fevereiro de 2009 07:39  

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

Chris 3 de fevereiro de 2009 07:40  

Aw que coisa fofa!! Que Deus continue iluminando vcs sempre e sempre!

bju

Dani 3 de fevereiro de 2009 08:03  

Muito lindo seu post. Eu tenho dois presentes maravilhosos que recebi ha 8 e 6 anos. A todo momento agradeço a Deus esses dois presentinhos lindos, carinhosos e espertos que tenho comigo.

Lúcia 3 de fevereiro de 2009 09:33  

Que lindo! Ainda não ganhei esse presentinho, quem sabe esse ano!
Bjins

Lenita,  3 de fevereiro de 2009 09:44  

Saber da gravidez do meu caçula foi meu presente de aniversário! Filhos são um presente que nos lembra de que nunca mais, em nenhuma circunstância, ficaremos sozinhos. Bjs

Nana 3 de fevereiro de 2009 09:58  

Amiga, já tentei, mas por causa de dinheiro, marido não quis mais.
Estamos planejando para o ano que vem, torça por mim.
Mas tem presentes maravilhosos além de filho, como o amor de todos ao seu redor e aquela noticia que seria impossível, acontecer.
Vc é linda e a sua família é maravilhosa viu.
bjss

Carlinha 3 de fevereiro de 2009 10:02  

Que história mais linda, que carocinho mais lindo que vocÊ tem! Patabéns pela linda família!

Julie 3 de fevereiro de 2009 10:15  

Que história linda! Ainda não tive um presente lindo como esse, mas acho que a vida em si, vivendo feliz já é um grande presente! As coisas que vão acontecendo, só a tornam ainda mais linda! Parabéns pela filhota! É linda! Aliás, a família toda!
beijos =***

a mãe dos reguilas 3 de fevereiro de 2009 10:17  

sim já ganhei um presente desses...duas vezes-e não existe nada no mundo que iguale a este sentimento a esta mudança que existe em nós- meus 2 filhos são de facto a minha vida

Whateverlyn 3 de fevereiro de 2009 10:22  

Amiga, juro que chorei lendo a tua história.
Linda! Linda!
Ainda não tive o privilégio.
Ainda.
Beijos carinhosos

vani 3 de fevereiro de 2009 10:45  

Eu tenho meus presentinhos, são meus dois sobrinhos, ok podem dizer não é a mesma coisa, filho é diferente mas se for um amor maior não sei se meu coração aguenta rsrsr

dona perfeitinha 3 de fevereiro de 2009 13:05  

Meninas,
Suas histórias também são lindas... Seus filhos, seus sobrinhos, seus namorados e maridos, todo amor puro é um presente da vida pra gente... não só a maternidade, mas tudo que vivemos deve nos encher de amor e, pra mim, fez-me muito bem saber das histórias de amor de vocês. Obrigada por dividí-las conosco... e obrigada pelas lindas palavras.
Grande beijo,
Talita.

Pri Tescaro 3 de fevereiro de 2009 15:32  

Amiga, tenho certeza que meu bebê será um fofo, e chegará em um momento pra lá de especial. É claro que as gente sempre fica com medo, preocupada com as questões práticas da vida, mas é tudo de bom quando a gente recebe a notícia.... estou louca para ver como será a hora de tê-lo em meus braços!
Beijocas

Mary Jo 3 de fevereiro de 2009 16:53  

Menina, lendo o comecinho do seu post eu viajei!!! Eita época boa a de brincar de boneca. Mas p vc ainda n acabou neh, tens uma de carne e osso p brincar mtão, rsrsrs...
Bjinhos.

MySpace Backgrounds

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP