terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Matryoshkas

Ainda não tenho a(s) minha(s), questão de tempo.




Apesar da Matryoshka ser um ícone nacional da Rússia, ela foi inspirada em um brinquedo de origem japonesa, representando um sábio busdista.O artesão Vassily Zvyôzdotchkin e o pintor Serguei Malútin criaram então a primeira matryoshka russa, batizando-a apropriadamente com uma variação do nome russo Matryona, que deriva de mat'(mãe).Além das típicas camponesas, há as que retratam personagens de contos de fadas, ícones da igreja ortodoxa russa e personalidades políticas e históricas.



Com o fim do rígido regime soviético, os artesãos passaram a criar uma variedade de expressões artísticas envolvendo a Matryoshka, sendo as técnicas empregadas bastante diversificadas e aperfeiçoadas.



Trata-se de uma bonequinha de madeira, normalmente de tília, que abre ao meio e tem dentro outra igual, mas de menor tamanho, que por sua vez contém outra, igualmente recheada com outras cada vez menores, numa seqüência que varia de cinco a oito, geralmente, e que se repetem em escala decrescente de tamanho.

Nas matryoshkas mais refinadas, verdadeiras obras de arte, a menorzinha mede em geral entre dois e três milímetros, e a maior chega a quarenta centímetros.

E né que as danadas viraram febre no mundo inteiro?? Encontramos uma infinidade de produtos estampando as bonecas.
















E pra fechar com chave de ouro, me lembrei de um post que a Elisa fez em seu blog e fui procurar por lá. Então, se quiserem se deliciar mais um pouco com as Matryoshkas, passem por aqui e por aqui.







Imagens:
Flickr
Velocity

10 comentários:

Lívia 30 de dezembro de 2008 12:15  

Eu amo Matryoshkas!! Tenho as minhas, meu sogro trouxa da Rússia para mim. Mas uma só é pouco, já estou a caça de outras!! É o melhor jeito de contar a história da família para a criança e com um bebê a caminho nunca é demais!
Bjs

Faby 30 de dezembro de 2008 12:36  

Ainda não tenho nenhuma... snif
Adorei o carimbo e o vestidinho preto!!!
Bjs
Faby

AnjoDigital 30 de dezembro de 2008 13:08  

Parabéns pelo post...bem interessante!

Marisa Pimenta 30 de dezembro de 2008 14:16  

Ana, ganhei as Matryoshkas de uma amiga q visitou a Russia. São lindinhas, mas não tão coloridas. Adoro qdo ficam enfileiradinhas, são pequenas, mais uma gracinha. Q maridão bonzinho, não? O biquini é lindo, não importa onde compreu, o melhor é ficar legal.Espero q consiga um bronze, mas tá difícil!!!!
FELIZ ANO NOVO!!!!Bjks

Lenita,  30 de dezembro de 2008 17:48  

Oi, Ana, adoro matrioshkas, kokechis, tudo que é boneca. Acho que é a criança que vive em mim, sei lá...rsrsrs. Tem duas coisas que queria comentar com você, mas não têm nada a ver com o post: 1º eu moro do lado da ponta-de-estoque da Rosa Chá. Então, já sabe, quando quiser um biquini legal e beeeeeem mais barato, passa aqui; 2º sabia que as previsões para quem estuda/trabalha com gestão ambiental estão maravilhosas para 2009? Bjs

Lana 30 de dezembro de 2008 19:08  

Adorei o carimbo de borracha, fácil de fazer e fica muito fofo!
Beijos!

Michelle 3 de janeiro de 2009 02:03  

eu adooooro essas bonequinhas...
amei o post.
bjs,
michelle.

Pri Tescaro 5 de janeiro de 2009 16:15  

Adoro essas bonequinhas, as matryoshkas e quero muito ter algo assim para enfeitar a casa.

Beijo

Andrea Guim 5 de janeiro de 2009 16:51  

Já tô querendo pintar umas matrioscas há algum tempo... Mas estou preparando a idéia. Quando fizer, te mmostro pra ver o que acha!
Bjs!

CoisasdeMaria 11 de janeiro de 2009 01:48  

esse vestido esta liiindo!! essas bonecas são tão fofas...

MySpace Backgrounds

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP