sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Melhor amiga...



Adotar ou comprar um animal de estimação deve ser uma decisão muito bem pensada. Essas criaturinhas precisam de muita atenção e carinho, sem contar os gastos mensais com vacinas, ração e pet shop.

Lá em Recife eu tinha um cãozinho muito lindo, Bento, mas fui proibida de trazê-lo aqui pra Sampa já que ele também era filho da minha irmã e era "apegado" a outras pessoas por lá.

Chegando aqui resolvemos ter outro cachorrinho, eu me sentia muito sozinha e queria uma companhia. Sou louca por animais e cachorro é uma paixão. Já disse que se ganhar na loteria, compro um sítio só pra eles, catarei na rua e levarei pra terem uma vida digna.

Continuando... ganhamos a Flicka. Uma dog linda e safada, super brincalhona e carinhosa. Ela tem certas atitudes que parece gente, inteligente demais da conta, surpreende a cada dia. Ta com fome? Vem com o pratinho na boca pra gente colocar a ração. As vezes que ficar na janela vendo o movimento, também sabe pedir. É manhosa, chorona...



Também sabe detonar almofadas, móveis e sapatos. Hoje quando acordamos, ela estava destruindo meu cachecol que por um descuido deixei ao seu alcance. Muita raiva dessa salsicha: briguei, marido deu uma chinelada e dois gritos. Ela ficou quietinha, muchinha e depois veio cobrir a gente de lambidas se desculpando com sinceridade.

Ter um bichinho de estimação é um exercício diário de paciência e muito amor. É ter muito trabalho (principalmente quando se mora em apartamento, feito eu) e dedicação. É aguentar pêlos por toda parte, é limpar xixi e cocô, é olhar para os lados e o seu cafofo parecer uma loja de brinquedos com tantos bichinhos de borracha espalhados.Acho que é quase um estágio pra se ter um filho.

Mas vale! Você tem um companheiro verdadeiro ao seu lado, um guardião do seu lar, uma amizade sincera... Com doses diárias de lambidas e olhares que dinheiro e casa sem pêlos não pagam.





*Para deixar comentários é necessário clicar no título da postagem.

6 comentários:

Lú! 15 de agosto de 2008 13:45  

Eles são amigos, e companheiros de verdade!
Te amam sem pedir nada em troca!
Amo meu Toddy, e quando ele não está em casa por algum motivo, a casa fica vaziiiia....
A última foto está uma cooooisa, que vontade de apertaaaar!
rsrs
Amei o post!
Bjocas

Claudia Pimenta 15 de agosto de 2008 13:57  

oi ana! parabéns pela flicka! bjs!

Quelida 15 de agosto de 2008 16:03  

hum hum que delicia de cachorrinho,
vontade de morder ,
amo esses bichinhos.
dão trabalho , mas são tudo de bom.
bj

Mari Mello 17 de agosto de 2008 20:03  

Oi, Ana!
Que coisa mais linda sua cachorra. Eu também queria muito ter um amiguinho desses, mas o apê aqui é pequeno e seria meio complicado. Fora que meu marido não é lá muito fã de cachorro. Já viu, ne? :)
Bjinhos
Mari

Lenira 26 de agosto de 2008 23:09  

Hoje, descobri teu blog, adoreiii!
E descobri que temos algo em comum: um salsicha em nossas vidas.O meu chama-se Robin Hood, nós o chamamos carinhosamente de Robinho.É inteligente, carinhoso, mimoso.Dorme num sofá e tb adora uma janela.É o meu" pretinho básico" de todas as horas.Parabéns pela Flicka!

Ana Medeiros 26 de agosto de 2008 23:33  

Lenira, essa preta é uma fofa, linda e meiga...

Qualquer dia manda a foto do Robinho ta? E apareça sempre!!

Beijocas

MySpace Backgrounds

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP