quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Foi tudo assim...e eu tão indecisa com a cor das paredes!


Eu e marido casamos as pressas (eu não estava grávida, rsrs), nossos corpos não conseguiam ter paz em uma distância (bem a la Vanessa da Mata), eu morava lá nas brenhas de Recife e ele estava aqui no fuzuê de São Paulo. Viajei pra passar uma semana e estou aqui até hoje. Trocamos as alianças no Mc Donnalds e fizemos uma cerimônia a dois, em cima da nossa cama, da forma mais romântica e maravilhosa do mundo.

Então não tive tempo de organizar enxoval e ganhar presentes de casamento. Íamos às lojas e saiamos escolhendo móveis e eletros fazendo "mamãemandô". Faltava um espremedor de batata, corríamos no supermercado. Um jogo de toalha no meio das compras de mês, uma almofada, uma fronha... e assim foi, alias, e assim ainda é! (Né que escrevendo isso aqui agora dei conta que quase tudo aqui veio do supermercado?! Tudo bem...)

A nossa casa é improviso, cada dia nos deparamos que ainda não temos certas coisinhas básicas, vamos comprando de acordo com a necessidade.

Com a decoração também é a mesma coisa. Eu não tive tempo pra pensar como gostaria que fosse a cor da parede do meu quarto ou que estilo eu iria querer a sala. Daí surgiu o interesse de sair catando na net algumas inspirações e o Prendadas nasceu.Tento catalogar aqui tudo que tenho vontade de fazer na vida real...

Na minha sala os tons são terrosos, cores quentes. A idéia era deixar um lugar bem aconchegante e quentinho nesse frio do "but" que existe nessa cidade de paredes e piso gelados. Só que a cada dia que passa a vontade que tenho é de colorir do chão ao teto. Falei pra marido que agora vamos começar tudo de novo, tudo bem colorido, lembrando carnaval de Olinda. Ele concorda, mas acabou de dizer que eu tenho que me decidir de uma vez, que cada hora quero uma coisa.É pura verdade.

Mas pra uma pessoa que nem sabia que iria casar, que não teve tempo de olhar revista de decoração e quando começou a pensar na cor do sofá já estava nele assistindo novela...Vocês entendem né?



Pronto, a minha sala será assim, definitivamente! (laranja, rosa, azul, amarelo, vermelho e verde)

*Para deixar comentários é necessário clicar no título da postagem

12 comentários:

Monica Loureiro 21 de agosto de 2008 07:09  

Muito legal a sua história...Bem versátil...Gostei do estilo da sala também...Vá em frente !

Quelida 21 de agosto de 2008 08:55  

a melhor parte foi as trocas de alianças no mc. heheheheh
a sala ficará maravilhosa.
bjs

POPI by Paula 21 de agosto de 2008 11:34  

Loucurinha boa heim?!!!
e seus pais, ficaram de cabelo em pé??
olha Ana as vzs o bom mesmo é começar assim, se vc tivesse planejado tuuuuuuuuudo não daria tão certo.
...e com relação a "DEcor" amei a idéia, vai ficar lindo e colorido.
Bjones
paula

Tamy 21 de agosto de 2008 12:02  

Que fofo!!!! Amei a sua história de amor...

Sua sala vai ficar maravilhosa!!!

Obs.: vc viu os links que te mandei com os templates??


bjos

Ana Medeiros 21 de agosto de 2008 12:23  

É pessoas, uma história muito louca mas que deu muito certo!!!

Quelida, acho que ninguem nunca fez isso la n Mc né? So faltou o Mc Feliz sair de graça!

Paulinha, meu pai ficou revoltado mas depois do susto aceitou numa boa, hoje, apesar das saudades ele torce muito por nós dois.

Tamy, vi sim linda, muito obrigada viu? Esse final de semana irei trocar!!

vani 21 de agosto de 2008 16:23  

AiAninha meu sonho é uma coisa assim, mas mãe me mata e nunca mais fala comigo rsrsrsrs

Mari Mello 21 de agosto de 2008 16:32  

Ana, adorei ler sua história. Me identifiquei muito porque eu e o Ro também não fizemos festa nem cerimônia. Nem no civil somos casados. Simplesmente tivemos vontade de ficar juntos e assim o fizemos. Tudo o que temos em casa nós compramos. E sabe de uma coisa? Eu adoro que seja assim. Ontem mesmo comprei umas taças de champanhe. Simplezinhas, mas que resolverão até o dia em que eu puder comprar de cristal. Quando me perguntam se sou casada no papel, digo que sou casada na vida. Vai ficar linda sua sala. Beijocas!

Amanda 22 de agosto de 2008 08:16  

Ahahahah, tua história é meio parecida com a minha, acredita? Eu tô noiva de um militar que mora agora no MS e eu aqui, no RJ por enquanto. Tenho duas casas agora, rsrs, e vou pra lá ano que vem, se Deus quiser. Beijocas, linda!!!

Ana Medeiros 23 de agosto de 2008 16:52  

Vani, obedeça sua mãe! Isso é arriscado e pode causar danos a sua saude!

Pois é Mari, em falar em taças eu tenho duas somente..hahaha...que foram comprados no supermercado (pra variar)!!!

Amanda, namorar a distância pra mim era u ó do borogodó, mas quando existe amor de verdade não tem distância que separe ne?? Mas saudade só não mata porque gosta de maltratar...aff

Fabiana,  24 de agosto de 2008 12:42  

Aninha, que história legal! O importante é estarmos com uma pessoa que nos faz feliz.. é isso aí!
Bjs,
Fabi.
(www.mulherdefases.com)

bonecadepano 24 de agosto de 2008 21:55  

Ana, estava no blog da Joana, o Hum que cheiro bom, quando vi referência ao seu blog, e achi-o maravilhoso!!!

Adorei a espontâneidade que vc escreve, e contar sobre seu casamento foi riquíssimo!!!

Parabéns pelo seu casamento inusitado, sempre vale a pena dar um passo desses.

Abraços, e siga em frente com sua característica fantástica.

Bjs.

Talita 26 de agosto de 2008 20:15  

Ana,
Sua história é fascinante, muito romântica. Também sigo meu coração... namorei anos a distância, 'vendo marido' (assim que você escreve, não?) só de 15 em 15 dias, nos fins de semana. Assim como você, casei-me há um ano e meio, mas diferentemente de você, eu estava grávida! Adiantamos a data que já estava marcada em 4 meses (era pra ser em julho, mas foi em março). Tudo porque, no dia de Natal, soubemos: estávamos esperando Sofia já há mais de 4 meses...
Bem, adoro seu blog. Você é fascinante na escrita, super pra cima. Milhões de parabéns. Acho que a vez de ir ao Sem Censura é sua! Me avisa se um dia for dar uma entrevista pra Leda Nagle por lá ou em qualquer outro lugar, tá?

MySpace Backgrounds

  © Blogger templates The Professional Template by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP